Personal tools
You are here: Home Wiki Origem histórica da concertina
Navigation
Log in


Forgot your password?
 
Views

O instrumento chinês Cheng, que foi introduzido na Europa em 1777, parece ter estado na origem das ideias utilizadas para o desenvolvimento da concertina. Em 1921, [Haeckel]? em Viena e depois [Buschmann]? na Alemanha inventaram instrumentos para soprar com a boca com palhetas livres. Buschmann adicionou foles um teclado de botões no ano seguinte, para poder ser tocado com as mãos, tornando esse instrumento como o primeiro antepassado reconhecível da concertina. Finalmente, em 1929, [Cyrillus Damian]?, um construtor de instrumentos radicado em Viena, adicionou acordes no baixo, e patenteou este instrumento como acordeão (Paralelamente, Sir Charles Wheatstone patenteou a concertina em 1829 e Heinrich Band em 1940 inventou o Bandonioni). O [Acordião]? de Demian chega um ano depois a [Paris]?, onde numerosos [construtores]? o vão melhorando durante o Séc.XIX, salientando-se várias fases: a substituição de acordes por sons simples em cada [botão]?; o aparecimento do acordeão misto, em que alguns botões dispunham de um som a fechar e outro abrir, enquanto que outros botões produziam um som único; e, o aparecimento do [Acordeão]? de teclado (cópia do teclado de piano). A partir do Acordeão misto derivam duas vertentes: uma que vai dar o [Acordeão de botões]? com um som por cada botão, e outra, que vai dar origem ao [Acordeão Diatónico]? composto por uma, duas, ou três carreiras de botões com a emissão de dois sons por botão, conforme o movimento do fole. Enquanto que os Acordeões de teclado e de botões dispõem usualmente, na mão esquerda, de sessenta, noventa, ou cento e vinte botões de baixos, o [Acordeão diatónico]? dispõe somente de quatro, oito, ou doze, conforme tem na mão direita uma, duas, ou três carreiras, respectivamente. Pensa-se que a [Acordeão diatónico]? chegou a [Portugal]? na mesma altura a que chegou a Espanha (1873) adoptando o nome de “Concertina”. Em Portugal designa-se por concertina o que algumas pessoas no nordeste brasileiro chamam "[sanfona]?" (sem distinguir por vezes a concertina e o [acordeão]?) e que na [Irlanda]? corresponde a um pequeno instrumento hexagonal, também de palhetas livres. No sec XIX, a concertina tomou o lugar da [harmónica]? como [instrumento]? favorito. Era muito popular na [Estremadura]?, onde rivalizava com as [Gaitas de foles]?. Nos dias de hoje tem especial vitalidade no [Minho]?, onde são tocadas por ocasião dos bailes e nos cantares ao desafio.



Powered by Plone CMS, the Open Source Content Management System

This site conforms to the following standards: